Menu Fixo

Fabiola Marine Newsletter

Assine gratuitamente nosso site, e além de receber nossas atualizações, ganhe conteúdo e brindes exclusivos, diretamente no seu email.
* Obrigatório

sexta-feira, 18 de agosto de 2017

A Vida Segue

Eu vim aqui dizer pra você não poupar as lágrimas, deixe que venham com vontade...
Eu vim te avisar que essa dor que está destruindo cada sentimento bom dentro de você, um dia acaba;
Eu vim te alertar que a vida é muito mais que esse momento difícil que está passando;
Eu vim escrever um texto que eu irei me identificar tanto quanto você, nesse momento...

Existem momentos da vida, que sinceramente nos fazem desacreditar que existem motivos sinceros para estarmos nesse mundo. Você se pergunta: Por que isso está acontecendo? E se arrepende por alguns momentos, de tentar sempre agir de boa fé com as outras pessoas e despejar somente sentimentos bons por onde passa.

Você só consegue pensar que fez tudo certo...
Que foi leal, como nunca ninguém mais tinha sido...
Que amou, como ninguém nunca foi capaz de amar...
Que cuidou, da forma que sempre quis ser cuidada...
Que acreditou cegamente, mesmo quando tentavam desmerecê-lo




Mas aí, chega um dia...
Uma manhã... Ou uma noite.... Que parecia totalmente igual as outras de angústia e sofrimento, onde você chegava em casa com um pote de sorvete e o devorava assistindo alguma série "sangrenta", porque não suportava nem pensar naquelas, que exaltavam um amor pra vida toda e o tal "Felizes para sempre", porque, na sua visão atual, isso nem existe!

Mas essa, tem algo diferente!

Você chegou na sua casa e quis ouvir uma música, ao invés de deitar na cama e deixá-la que ela te "engula" até o próximo dia. Preferiu colocar um shorts velho, e colocá-la no último volume, e dessa vez nem foi para não ouvir seu coração "gritar" de dor, foi simplesmente porque sentiu saudade de dançar!

De repente, você repara que o seu quarto está uma bagunça... Quando foi a última vez que foi limpo? Uma semana? Duas? Talvès três? E se choca, ao perceber que já faz um mês desde a última vez que tirou pó dos móveis, tirou o lixo de papéis que ficam em baixo da sua desktop, que é o lugar preferido de qualquer garota sonhadora e que ame escrever contos.

Se vê pensando que foi á exatamente quatro semanas que tudo aconteceu...
"Aquele" dia... Onde todos os seus sonhos e planos com "ele", foram por água a baixo. Tirados de você da forma mais bruta possível, quase cruel, como quem rouba o doce da pobre criança inocente!

Mas dessa vez, diferente das outras vezes, você não se "prende" á esse pensamento... Você só consegue pensar: "Meu Deus... Que maloca está esse quarto! Eu não vou dormir nem mais um dia nessa sujeira". E ao som de "Sugar" começa a colocar tudo em seu lugar, tirar o pó de todos seus queridos livros, e arrumar aquela cama, que tem sido sua melhor amiga nesses tempos sombrios denominado "fossa".

Uma hora, talvés duas... Ou será que foram três?
Não se sabe, porque o tempo que levou, não era mais importante.
O que realmente importava naquele momento, é que estava tudo em seu lugar, limpo e arrumado!
TUDO MESMO, a cama, o chão, a penteadeira, a escrivaninha e o coração...

Ah! O coração... Esse estava mais que limpo, estava renovado!
Em pensar que ele só precisava de uma boa limpeza.

No momento que ela menos esperava, todo aquele "mártir" do passado, não tinha mais nenhum sentido, não queria mais se vitimizar!

Resolveu aprender com as coisas ruins que tinham acontecido...
Resolveu aprender a deixar o passado no passado....

E foi aí que aconteceu... A vida seguiu!

Texto de Fabiola Marine Pontes de Andrade
(Favor dar o crédito, caso o use)

Um comentário: